29 de mai de 2016

Peço perdão pelo vacilo.

Chega o final de semana, e, como tem sido nas últimas semanas, mais uma vez venho aqui para escrever o post do Desafio das 52 Semanas. E, também como nas últimas semanas, me sentindo totalmente desanimada e sem vontade de fazer isso.

Daí que, antes de começar, eu apenas me perguntei o óbvio: pra quê estou insistindo nesse negócio???


Me lembrei de quando resolvi voltar a escrever em um blog e criei este espaço, da intenção que eu tinha na época, e que expliquei na primeira postagem: Vou escrever o que me der na telha. E o mais importante: quando me der na telha, se me der na telha.

Quem me conhece sabe que um dos motivos que me fez desanimar de blogar antes foi justamente a sensação de me sentir obrigada a escrever: já tenho tantas obrigações na vida, não preciso arrumar mais uma com o blog, certo? Entretanto, é exatamente isso que venho construindo aqui nos últimos tempos ao tentar manter uma certa rotina de postagens, em especial com o Desafio.

Já não tenho escrito sobre outros assuntos por diversas razões, mas vinha insistindo em manter a regularidade do Desafio porque, afinal, ele é realmente interessante, e eu não queria abandoná-lo no meio. (Antigos leitores do Coisas Minhas talvez se lembrem que eu tenho uma certa experiência em abandonar projetos como esse. #fail) Além do mais, me pareceu uma ótima ideia na época em que resolvi participar: os temas direcionavam postagens curtas e rápidas, que ajudariam a manter o blog ativo mesmo quando eu estivesse sem ideias.

O problema é que, com isso, criei a obrigação de postar - exatamente o que eu me propus a não mais fazer em um blog.

Sim, a ideia do Desafio, com seus posts curtos e rápidos, é ótima! A questão é que, no momento, eu não quero escrever nem mesmo posts curtos e rápidos. Não quero escrever nada. Não estou com vontade, não estou a fim, estou em uma fase em que sinto que não tenho nada a dizer.

Assim sendo, esse post é basicamente para dizer que: peço perdão pelo vacilo, mas estou parando com os posts regulares do Desafio das 52 Semanas. Quero dizer, não é que eu esteja abandonando tudo de vez - ainda acho a ideia boa, e as perguntas de fato podem render posts interessantes; eventualmente pretendo sim usar as questões do Desafio como tema para postagens, mas não vou mais me prender à rotina de ter que postar toda semana, tampouco à ordem predeterminada dos temas. Resumindo, pretendo retomar meu esquema inicial de postar o que eu quiser, se eu quiser, e quando eu quiser; e não porque está chegando o fim de semana e sou "obrigada" a fazer isso.

Ah, bem melhor assim. :)

- Pessoa que criou o Desafio, por favor, não me recrimine. /o\ Uma hora eu completo (ou não) as 52 semanas... Eu, apenas, talvez leve bem mais que 52 semanas para isso. Mas uma hora chego lá. :)

I want to break free...

- - - - -

No mais, fico por aqui... E já aviso: acredito talvez fique sumida por uns tempos. Não estou encerrando o blog nem nada assim, claro que não. Só ando sem assunto, mesmo, e como minha intenção nunca foi ficar enrolando por aqui, não volto enquanto não houver algo que eu realmente queira dizer. Sabe-se lá quando vai ser isso... Mas, em algum momento, vai acontecer. Porque a vontade de escrever sempre volta. ;)

Então... Até logo. A gente se vê.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

• Os comentários serão respondidos aqui mesmo, no blog.
• Comentários que eu considerar ofensivos não serão aceitos.
• Comentários de propaganda não serão aceitos.
• Caso queira falar comigo sobre algum assunto específico, deixe seu e-mail em um comentário (que não será publicado), que eu entro em contato.

Obrigada pela visita, e volte sempre!

Fernanda.